Moda

Polo Audiovisual – Orfãs da Rainha

A Voltz está desenvolvendo junto com a D2R Studios o planejamento e o projeto para a pós-produção do Filme “As Orfãs da Rainha”. Um filme da diretora/pesquisadora/produtora Elza Cataldo, com direção de Arte de Moacyr Gramacho, direção de fotografia de Fernanda Tanaka e grande elenco, onde vários atores vem do teatro. Está sendo produzido na cidade de Tocantins,  em parceria com o Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais.

A profunda pesquisa histórica trata da colonização portuguesa no Brasil, que se efetivou a partir de 1530, onde muitas transformações – de ordem política e econômica – ocorreram em algumas capitanias, sobretudo na Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro, onde havia maior concentração de colonos. As missões jesuítas e outras ações operadas pela Igreja Católica estavam intimamente ligadas ao processo colonizador. A presença da Inquisição entre os séculos 16 e 18 faz parte desse contexto, perseguindo principalmente judeus que vieram da Europa.

Uma vila cenográfica foi construída em Tocantins, na Zona da Mata mineira, terra natal da diretora. Além de pensar na projeção e desenvolvimento do município, a escolha foi motivada por outros fatores. O lugar onde se passa boa parte das ações do filme demorou quase um ano para ser concluído e tem direção de arte assinada por Moacyr Gramacho, diretor-geral do Teatro Castro Alves, em Salvador, e conhecido por seu trabalho como cenógrafo em espetáculos de teatro, dança e cinema. Profissionais de Tocantins e da Zona da Mata trabalharam em parceria com pessoas de diversos outros lugares.

Os figurinos, a cargo das mineiras Sayonara Lopes, que trabalhou com a diretora em outras produções, e Rosângela Nascimento. A consultoria foi de Beth Filipecki, uma das mais conceituadas figurinistas do país.

As filmagens começaram em janeiro de 2020. Já na primeira semana acompanhamos o desenrolar de uma das cenas do filme, que prevê a aplicação de um efeito especial em CGI na pós-produção. Um “monstro”conhecido como finca-pé vai interagir com a criança indígena! A complexidade da cena exigiu a gravação da criança em chorma-key.

Abaixo um still do filme. Ainda muita coisa vai acontecer!!! Aguarde os desdobramentos dessa história!


Categoria: Animação, Filme, Identidade Visual, Moda, Teatro, Video em 03/02/2020    


 

Alceu Pena – Inventando a Moda do Brasil – MUMO BH

O Museu da Moda recebe  a exposição “Alceu Penna – Inventando a Moda do Brasil”.  A Voltz criou a identidade visual e a sinalização mais uma vez em parceria com o arquiteto Alexandre Rousset. A mostra apresenta os trabalhos de criação do mineiro Alceu Penna, por meio de recorte da sua carreira. Nascido em Curvelo, Alceu Penna é figura emblemática do cenário brasileiro.

Transitou pelas áreas do design gráfico, jornalismo, ilustração, figurino, estilismo, publicidade, cenografia e, entre outras atuações, pode ser considerado o precursor do jornalismo de moda no Brasil. Ficou famoso pela criação da seção As Garotas, publicada semanalmente na revista O Cruzeiro, entre 1938 e 1964, revolucionando a moda e o comportamento no país durante o período.

A exposição ALCEU PENNA – INVENTANDO A MODA DO BRASIL está dividida em três eixos:

ALCEU PENNA DECODIFICADO PELOS DESIGNERS E MODELISTAS DO SENAI MODATEC DE BH – Sob a coordenação do estilista Ronaldo Fraga, a equipe de alunos, designers e modelistas do SENAI Belo Horizonte MODATEC fez a releitura de 15 looks inspirados em croquis originais de diversas fases do trabalho de Alceu, apresentados no 24º Minas Trend.

ALCEU PENNA É SHOW! FIGURINOS & FANTASIAS – Acadêmicos do curso de Moda da Universidade FEEVALE, em Novo Hamburgo (RS), reconstituíram oito figurinos e fantasias de espetáculos dos cassinos do Rio de Janeiro, entre 1938 e 1944, e um figurino do show Circus, de 1974, no Canecão, logo após a sua longa atuação na Rhodia.

COLEÇÃO ALCEU PENNA- Recorte do importante acervo doado pela família de Alceu Penna ao Museu da Moda de Belo Horizonte, bem como de novas cessões, expostos por décadas, principalmente de 1950 a 1970.


Suas criações tinham muitas qualidades: a assimilação das técnicas dos mestres franceses, pela intensa convivência profissional no meio; o espírito prático, observado na moda americana; o conhecimento das matérias-primas e da área têxtil e a indiscutível qualidade artística do seu desenho com identidade própria. Inferindo que os insumos locais, a cultura, o clima e as tradições populares trariam a essência do estilo brasileiro, Alceu Penna traçou um caminho inédito na moda. Acrescentou ainda o frescor e o dinamismo das novas gerações nas ilustrações das “Garotas”, sua coluna semanal  na revista O Cruzeiro.


Categoria: Animação, Exposição, Fashion, Identidade Visual, Moda, Museus, Palestra, Sinalização, Video em 16/12/2019    


 

Voltz 2018

Recorte das Soluções audiovisuais / transmídia realizado ao longo dos 22 anos da Voltz e apresentada no MAX Audiovisual Expo. Agradecimento especial aos antigos e novos parceiros que estão juntos da gente ao longo de todos estes anos!


Categoria: #voltz20anos, Animação, Aplicativo, Arquitetura, Arquivo, CD / DVD, Curadoria, Curso, Editorial, Evento, Experimental, Exposição, Festival, Filme, Gastronomia, Identidade Visual, Instalação, Internet, Moda, Mostra, Museus, Música, Oficina, Palestra, Performance, Plataforma, Publicações, Sinalização, Sistema, Tipografia, Video, Voltz, Website, campanha em 21/01/2019    


 

25º Fumec Forma Moda

A Voltz é mais uma vez responsável pelo processo de realização do TCC do curso de design de Moda da Universidade FUMEC, que é coordenado por Antônio Fernando Batista dos Santos. Além da produção executiva, direção de arte e identidade visual, cuidamos também de todo desfile e backstage, além da  parte técnica e da gestão de conteúdo para exibição ao vivo durante os desfiles.


Para tornar ainda mais agradável a experiência e a visita de nossos convidados durante o 25º Fumec Forma Moda, teremos um pocket show nos intervalos dos desfiles com o artista belorizontino LEAAN. Com curadoria de André Travassos e de Alessandra Maria Soares da Voltz Design, LEAAN mostra algumas das composições do seu primeira disco intitulado “L” que será lançado ainda esse ano. Conheça mais sobre o artista: Leaan “L” álbum de destreia do cantor mineiro conta com produção de Leonardo Marques.

Em seu álbum de estréia o mineiro Leaan, compositor e intérprete dono de uma das mais belas vozes da cena musical de BH, traz músicas que transitam por assuntos como auto-afirmação, romantismo e sexualidade oprimida. Com 8 faixas e previsão de lançamento para o fim de 2017, o disco conta com a produção de Leonardo Marques (Transmissor) e tem influências que vão de Madonna, Silva, Jaloo e Mahmundi, evidenciando a atmosfera dançante que norteia todo o trabalho.

A letra “L”, que dá título ao disco, além de ser a primeira do seu nome, está relacionada a palavras que o artista utiliza para orientar esse caminho, segundo o próprio: “É a primeira letra de palavras que regem o meu atual estado de espírito: “Liberdade”, “Luta”, “Libido”, “Luz”, “Longevidade”, “Lealdade”.

A auto-superação é inspiração constante em suas composições e traz muito da sua vontade de usar a música como forma de conectar: “Além de cantar, criar melodias, experimentar diferentes sons, queria escrever não só sobre mim, mas sobre o meu tempo. Não só a minha realidade, mas a de quem está ao meu redor. Aprender, levantar a minha voz e ajudar a quem precisa falar mais alto. Dar mais uma voz a minha geração”, conclui. (Por Rogério Dias – Aclive Comunicação & Projetos)

Todo ano a Voltz é responsável também pela curadoria do lounge, com a presença de instalações, exposições, produtos de novos designers e djs e também pela parte de gastronomia. Dessa vez o evento foi realizado no Casa Tua, no Bairro Jardim Canadá e contamos com a presença dos parceiros de sempre.

Ficha técnica:

CONCEPÇÃO: Antônio Fernando Batista dos Santos e Rosangela Brandão Mesquita

COORDENAÇÃO GERAL, PRODUÇÃO EXECUTIVA, DIREÇÃO ARTÍSTICA, IDENTIDADE VISUAL E DESIGN GRÁFICO: Voltz Design

DIREÇÃO GERAL E. CURADORIA: Alessandra M. Soares

DIREÇÃO TÉCNICA:  Cláudio Santos Rodrigues

DESIGN: André Travassos

CENOGRAFIA:  Alexandre Rousset

VIDEOCENOGRAFIA:  Fabiano Fonseca

FOTOS: Fernando Biagioni

PRODUÇÃO: Renato Moura

PRODUÇÃO TÉCNICA: Mayko Youssef  e Mylene Youssef Aziz Vieira

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Salamandra Comunicação / Heloísa Aline

DIREÇÃO DE DESFILES: Rodrigo Cezário

COORDENAÇÃO DE CAMARIM: Alzira Calhau

BEAUTY: Cacá Zech


Categoria: Curadoria, Fashion, Identidade Visual, Moda, Música, Performance, Sinalização, Voltz em 05/07/2017