Aplicativo

devagar – evento

O evento aconteceu no Teatro Marília. Transportamos a prensa e todo material necessário e montamos nosso set de impressão de papel, áudio e vídeo.

Após a montagem da rama e o acerto de tinta e de posicionamento, iniciamos a montagem do sensor que foi acoplado ao braço da impressora. A ação se dá pela proximidade do sensor com um imã, que conectados a uma placa via arduíno e computador, desencadeiam a ação de exibir as imagens e vídeos relacionados aos 20 anos da 20 voltz. Pelo projeção era possível ver vídeos autorais, detalhes e fragmentos de nossa história.

Depois que tudo estava testado começaram a chegar os curiosos e interessados. Primeiro um grupo de deficientes visuais, tocaram e sentiram a textura da máquina e do papel e do cheiro da tinta, acompanhados pelo pessoal do SVOA, grupo de audiodescrição, convidados pelo evento. Ao longo do dia as mais diversas pessoas puderam imprimir e entender melhor sobre os tipos móveis e como ressignificamos sua utilização.

Enquanto isso, todo Teatro Marília e principalmente o auditório estavam tomados por um público diverso, para assistir as palestras / performances, que foram todas registradas ao vivo pela Rede Minas. A sinalização basicamente se deu através de desdobramentos do logotipo criado por nós, que ficaram ao longo do espaço.

Para saber e ver como foram outras atividades acesse a página do facebok do Devagar.


Categoria: #voltz20anos, Aplicativo, Evento, Experimental, Palestra, Performance, Sinalização, Tipografia, Video, Voltz em 18/12/2015    


 
Posts Anteriores

devagar – manifesto

Prova de prelo de parte do texto manifesto do DEVAGAR, impresso em tipos móveis na tipografia Matias em BH. Abaixo, primeira logo da Voltz, a partir de clichê. Durante o evento, enquanto as pessoas usam a prensa para acessar vídeos e fotos, elas vão gerando uma impressão com tinta em papel, que podem levar para casa como lembrança do evento.


Categoria: #voltz20anos, Aplicativo, Editorial, Evento, Performance, Tipografia, Video, Voltz em 11/12/2015    


 
Posts Anteriores

devagar + voltz 20 anos

Fragmentos e conexão de uma história. Pessoas, máquinas e sonhos

Em 2006, a Voltz adquiriu a prensa tipográfica centenária do Mestre tipógrafo do Jequitinhonha Sr. Sebastião Bento da Paixão. Tanto o maquinário, quanto os tipos e os clichês foram ressignificados se apropriando das possibilidades de ligação entre os meios analógicos e digitais.

Em 2008, aconteceu o projeto SIMBIO, que teve como prerrogativa apresentar uma simbiose entre diferentes formas de manifestações artísticas. Foi apresentado por Cláudio Santos Rodrigues (design, vídeos, composição e impressão tipográfica e videográfica), Guilherme Lessa (roteiro), Sérgio Mendes (desenvolvimento de sistema) e Fabiano Fonseca (música) o Almanaque de perdas, fracassos e transformações. Uma instalação audiovisual composta por uma projeção e sistema interativo acionado por sensores de presença dispostos em seis bancadas. Nas bancadas ficavam disponíveis calendários com o verso em branco. O público assistia aos vídeos, refletia sobre o tema, escrevia suas notas no calendário e o jogava ao chão, a sua frente. Parte das mais de 500 anotações recolhidas durante a exposição foram digitalizadas e compuseram o material para a performance que utilizou a prensa tipográfica.


O Simbio Remix, em 2009 foi o formato ao vivo e o diálogo multimídia dos artistas envolvidos no projeto, com música, vídeo e interações em tempo real. Durante a apresentação, calendários eram impressos e, nas telas, simultaneamente, exibidas as imagens dos calendários escritos que foram deixados pelos visitantes da exposição na Casa do Baile, em Belo Horizonte. O que se deu foi a integração dos suportes através de uma interface mecânico-digital, gerando uma máquina de imprimir vídeos e imagens. Abaixo uma breve explicação do funcionamento do sistema de impressão de vídeos:

1) O operador executa o movimento de impressão da tipografia.

2) O sensor é acionado através do contrapeso.

3) Um circuito eletrônico que permite a exibição de uma mídia é disparado.

4) Imagens e vídeos são acionados e exibidos.

5) A pessoa sai com um impresso de lembrança

Em 2015, o coletivo DEVAGAR nos procurou para que pudéssemos criar a identidade visual de uma nova proposta de evento/performance/espaço de troca de ideias. Nos identificamos de cara e viramos parceiro do projeto. Com isso, resolvemos resgatar a traquitana que exibimos em 2008/2009 e que, agora, poderá ser manipulada pelos participantes, com um conteúdo que revela fragmentos da relação da Voltz com a cultura de Belo Horizonte ao longo desses vinte anos. Além de manipular uma interface centenária, os visitantes poderão levar para casa um texto exclusivo do DEVAGAR e impresso por eles mesmos.

O DEVAGAR é um grupo de pessoas ligadas à comunicação e interessadas em um tipo de reflexão e pensamento crítico sobre o mundo das notícias e a velocidade dele. Esse é o mote do projeto, formado por um grupo de sete mineiros – o coordenador Augusto Barros, os jornalistas Laura De Las Casas, Joana Diniz e Caíque Pinheiro, o administrador Erlon Filgueiras, o arquiteto Guilherme Vasconcelos e o advogado e escritor Frederico Linhares.
O evento terá o diálogo entre os debatedores e artistas que criraram obras específicas para o Seminário.
- O sistema da dívida pública: Maria Lúcia Fatorelli, Maria Leite e Sara Lana

- O princípio da dualidade onda-partícula: Gabriela Barreto Lemos e Henrique Roscoe

- Sérgio Godinho e os 15 anos de experiência em pedagogia e democracia

-Daniel Iglesias e a antropologia do selfie

Dia: 12/12/15 – Local: Teatro Marília – Belo Horizonte, das 14h às 20h.

Categoria: #voltz20anos, Aplicativo, Evento, Experimental, Exposição, Música, Performance, Tipografia, Video em 10/12/2015    


 
Posts Anteriores

Rede Educativa Inhotim

Este projeto se iniciou com a implantação de uma rede digital incorporada à metodologia educativa existente do Instituto Inhotim. A Voltz design junto a equipe do educativo do Inhotim desenvolveu uma rede junto aos usuários e aos projetos existentes no período entre abril de 2013 até sua expansão em forma de um aplicativo para dispositivos móveis lançado em março de 2015. Ao longo do ano de 2014 foram implementadas ações relacionadas à manutenção, formação interna e incorporação de novas metodologias e ferramentas. Todas essas ações foram produzidas no âmbito do programa Educativo do Inhotim, partindo de um projeto piloto do Instituto – Jovens Agentes Ambientais. Nos artigos publicados sobre essa proposta, pode-se ver como  design da informação permite que os fluxos da rede criem uma memória de seus próprios processos e como a rede pode se manter viva, em conexão com outros projetos, e quais podem ser os próximos passos para a sustentabilidade de sua existência.

Abaixo um infográfico que revela todas as ações implementadas e a continuidade da Rede Educativa Inhotim.

Para entender toda metodologia de desenvolvimento, leia o artigo escrito por Cláudio Santos Rodrigues (Voltz), Maria Eugênia Salcedo Repolês (Inhotim) e Sérgio Antônio Silva (UEMG). Este artigo foi apresentado e publicado nos seguintes congressos:

VIII Congresso Internacional de Diseno de La Habana (Cuba) >>
II Colóquio Internacional de Design – Belo Horizonte >>
VII Congresso Internacional de Design da Informação >>

Além de uma busca por aprimorar as ferramentas já existentes na Rede, foi iniciado um processo de elaboração de uma interface que avançasse em relação ao ambiente tradicional, no que diz respeito aos recursos de visualização e análise das publicações. Foi, portanto, desenvolvida a Interface Modular Relacional, como uma maneira alternativa de organizar e exibir os conteúdos da Rede Educativa. Pela navegação modular, cada projeto ganha um ambiente de síntese, com informações básicas e listagem de seu conteúdo, além de uma organização visual que quebra a lógica hierárquica da navegação existente.

interfaces imr sep 2015 from Voltz Design on Vimeo.

A Voltz idealizou, implementou e coordena todo o projeto e para a produção da plataforma, aplicativo e interfaces de visualização de dados, conta com a parceria da Fábrica do Futuro, Ciclope e Sumbioun.


Categoria: Aplicativo, Internet, Plataforma em 01/10/2015    


 
Posts Anteriores